Mapa de Atuação da Rede Blogs do Ceará

http://3.bp.blogspot.com/-_AFaHjIsxkw/TdVWEdC6R0I/AAAAAAAAXQg/BJ4y3nC8rDo/s1600/redeblogsdoceara2.jpg

terça-feira, 27 de maio de 2008

Conheça a história da miraculada Irmã Josenita


MILAGRE OU SIMPLES GRAÇA EXTRAORDINÁRIA?

O texto que os irmãos irão ler a seguir foi copiado do Jornal O Nordeste, do ano de 1938 e é de autoria do Pe. Azarias Sobreira, de saudosa memorial.

Campos Sales, 20 de janeiro passado, foi teatrado um acontecimento que pela sua singularidade bem merece ser conhecido.

É que no meio dos fiéis que assistiam a missa de São Sebastião, achava-se uma paralítica do subúrbio ali chegada por seus próprios pés, com geral estupefação.

E o que mais se maravilhava é que desde o Natal, vinha dizendo a família que, naquele dia, estava curada e iria a missa, com uma convicção que inspirava riso e piedade.


E como lhe perguntassem o fundamento daquela esperança explicou-me e depois em reserva que havia recebido o aviso que abaixo relatarei. Colhi dela as seguintes notas pensando concorrer para maior glória de Deus e sua igreja.

A miraculada é uma moça de 25 anos, “Maria das Dores de Sousa” embora pobre e sem letras, era conhecida aqui pela sua simplicidade e pelos seus impressionantes padecimentos.

Em 1927 começou o seu martírio com dores enormes no corpo e, sobretudo na cabeça, dores que lhe impediam os movimentos e não raro a deixava prostrada por dias consecutivos.

Em 1930 sentiu-se paralítica do lado direito e foi tal cortejo de dores, que em certas horas, nas crises que se sucediam parecia louca gritando de ensurdecer.

Em 1936 manifestou-se nela a paralisia geral, só ficando livre o movimento da língua. Meses depois cegou completamente, inspirando profunda compaixão, o seu estado tristíssimo. E o que mais pasmava era sua conformidade absoluta a vontade divina, a ponto de repetir a cada passo, que só queria ficar curada se deus quisesse.

O pescoço além de endurecido e descaído para um lado não tinha o menor governo. Pode-se dizer que não se alimentava tão insignificantes eram os alimentos que ainda conseguiam tomar. Da boa lhe saia quase que diariamente um líquido aquoso que se derramava pelo corpo molhando desolaradamente.

Na perna esquerda ficou sofrendo terríveis dores que se irradiavam até a cabeça e lhe arrancavam gritos lancinantes, faltando pouco para lhe tirarem a vida. A opinião pública vivia tão comovida a vista do tamanho sofrimento que todas as vezes que ia administra-lhe a Sagrada Comunhão, acompanhavam-me dezenas de dezenas de pessoas desta cidade, no intuito de levar algum conforto a pobrezinha.

Depois de terem conduzido a pobrezinha até Barbalha, onde estava sendo medicado pelo Dr. Leão Sampaio, em quem depositava ilimitada confiança, regressou para casa, sem alívio digno de nada. Em agosto do ano passado com a paciência esgotada e já suspirando pela morte que tanto suplicava ao velho pai que este a transportou ao Crato, estendida em um caminhão na persuasão de que doutores Nelson Carreira e Felício Quixadá haviam de curá-la.

Ali passou mais de dois meses e apesar da solicitude com que foi tratada pelos médicos, o mal zombou. Consistindo toda sua melhora em ver o vulto das pessoas e em mover os dedos das mãos. Desenganada, voltou, outra vez a esta Vila para esperar pela morte que já tardava. Assim ficou mais de dois meses até que um belo dia durantes as crises das que costumavam assalta-la, começou a gritar por São Francisco das Chagas. Foi então que conforme seu depoimento lhe apareceu em plena vigília o missionário capuchinho, cerca de vivíssima luz e lhe disse: “MINHA FILHA, COMPRE NOVE ROSÁRIOS E NOVE MEDALHAS DE SÃO FRANCISCO E DISTRIBUA COM NOVE PESSOAS QUE NÃO TENHAM SINAL DE RELIGIÃO. MANDE TIRAR AS MEDIDAS DAS IMAGENS DA IGREJA E BOTE-AS TODAS NO PESCOÇO NA CERTEZA QUE NO DIA DE SÃO SEBASTIÃO IRÁ A MISSA CAMINHANDO”.

Horas depois tornou a aparecer à mesma visão e lhe disse trazendo duas flores mimosas em cada mão. “Que flores são essas?”. E como disse ela a entender que ignorava, a estranha personagem explicou: “Essa da direita é esperança de vida e a outra é a palma de paciência”. E, sacudindo as flores sobre ela continuou a falar. “Movimentarás seu corpo embora aumentando tuas dores. Há 28 de dezembro sentirás dores tão horríveis que só por milagre poderás escapar”. Horas depois, tornou a aparecer sempre em uma grande claridade e lhe disse: “Maria das Dores olha aqui para o lado onde está a palma de paciência”. A doente obedeceu e viu um crucificado com os cravos bem salientes e saindo da cruz, raios de fulgor deslumbrante. E logo lhe clarearam os olhos e fuçou vendo até hoje, como nos tempos de infância. “Está vendo esse crucificado?”, disse a aparição. “Pois é o teu protetor”. “Sei que queres ficar sem dores. Nem que nunca mais andes, mas Deus quer e eu também quero que fiques andando, enquanto for servido. Não te lembras das palavras que o Monsenhor Sotter te dizia? JESUS, JOSÉ E MARIA – MINHA GUIA; JESUS, JOSÉ E MARIA – MINHA LUZ; JESUS, JOSÉ E MARIA – MEU TEMOR. Pois fique dizendo isso toda hora e não deixes (nunca) três pensamentos bons que te acompanham” e se desaparecendo definitivamente, depois de lhe ter dado a mão para beijar, mão que ela segurou quando em movimento o braço direito paralisado a oito anos. E está boa.

Pe. Azarias Sobreira

Esta é a história da Irmã Josenita antes de ingressar no convento.

Publiquei pela primeira vez este relato em uma edição especial de um Jornal da Prefeitura de Campos Sales, gestão da Sra. Ana Maria Duarte de Figueiredo Arrais em 2003, com significativa ajuda do professor José Itamar Arrais de Morais e da professora Maria de Fátima Gonçalves Feitosa. Posteriormente abordei o assunto quando de uma série de reportagens sobre religosidade popular no Jornal A Banca.

Depois que foi miraculada, ingressou no ano de 1945, no convento de Santa Clara de Canindé da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição e recebe como religiosa o nome de Irmã Josenita. Seu estado de saúde sempre foi precário e sentia constantemente dores generalizadas no corpo. Mesmo assim, jamais deixou de trabalhar e cumprir suas obrigações, dedicando toda existência a serviço de Deus e da congregação a que pertencia. Foram enormes os seus padecimentos, sobretudo nos últimos dias de vida, mas suportou tudo com coragem, resignação, sempre bem humorada, portando-se como a verdadeira santa. Faleceu em 26 de novembro de 1994 na cidade de Canindé, no Convento Santa Clara, onde há anos residia.

Meu objetivo é tornar ainda mais conhecido este fato religioso, que ainda hoje é comentado pelo povo de fé. Trata-se de mais um aspecto que mostra a religiosidade do povo campossalense. Pena que a atual gestão pública não busque através da secretaria competente divulgar e explorar de forma positiva este fato histórico que poderia ocasionar o desenvolvimento do turismo religioso na querida cidade de Campos Sales.

Essa postagem é respeitosamente dedicada ao povo de fé de Campos Sales, cidade das três fronteiras, na divisa do Cariri com a Região dos Inhamuns e com os estados do Piauí e Pernambuco.

Nenhum comentário:

Como Participar da Rede Blogs do Cariri Para participar da Rede Blogs do Cariri, você precisa inserir 3 códigos html em seu BLOG: Código de Membro da Rede: Basta inserir o código abaixo na aba direita do seu Blog, que o identificará como membro. Todos os sites da rede, inclusive o site central possuem esse código, que faz aparecer um pequeno selo que diz "Este Site faz parte da Rede Blogs do cariri". Esta logomarca é quem identificará as atualizações que seu site teve nas últimas horas e atualizará nosso banco de dados automaticamente, gerando mais publicidade para seu site. Sites atualizados garantem mais visitas e mais publicidade. O código está em linguagem HTML e deve ser inserido na aba direita como novo elemento HTML do seu Blog. O código pode ser baixado do link abaixo: http://www.instrumentalbrasil.com/redeblogs/codigologo.txt O Código de Classificados: O segundo código é o dos classificados da Rede. Um dos grandes objetivos da Rede Blogs do cariri é promover a integração do Cariri e Centro-Sul do estado do Ceará. Criamos um sistema de classificados e Mural, no qual os internautas de várias cidades podem se comunicar entre si, e divulgarem seus produtos, serviços, mesmo de quem nem faz parte da Rede. Isso é muito importante para promover a integração. Adicione o código HTML dos classificados abaixo também na aba lateral do seu Blog. O Cariri, o vale do Salgado e Centro-Sul ficarão integrados. Todos os Blogs da rede devem colocar os classificados, assim, todos saem se beneficiando, pois classificados atraem internautas. O código pode ser baixado aqui: http://www.instrumentalbrasil.com/diversos/muraldeclassificados.txt O MAIS IMPORTANTE: É necessário a colocação do Código da Rádio Chapada do Araripe, que pode ser pego no link abaixo: http://www.instrumentalbrasil.com/redeblogs/codigoplayer1.txt Dihelson Mendonça Contatos: blogdocrato@hotmail.com www.blogdocrato.com